O que é a síndrome de Burnout?

Sín­dro­me de Bur­nout ou Sín­dro­me do Esgo­ta­men­to Pro­fis­si­o­nal é um dis­túr­bio emo­ci­o­nal com sin­to­mas de exaus­tão extre­mastress e esgo­ta­men­to físi­co resul­tan­te de situ­a­ções de tra­ba­lho des­gas­tan­te, que deman­dam mui­ta com­pe­ti­ti­vi­da­de ou res­pon­sa­bi­li­da­de. 

A prin­ci­pal cau­sa da doen­ça é jus­ta­men­te o exces­so de tra­ba­lho. Esta sín­dro­me é comum em pro­fis­si­o­nais que atu­am dia­ri­a­men­te sob pres­são e com res­pon­sa­bi­li­da­des cons­tan­tes, como médi­cos, enfer­mei­ros, pro­fes­so­res, poli­ci­ais, jor­na­lis­tas, den­tre outros.

Tra­du­zin­do do inglês, “burn” quer dizer quei­ma e “out” exte­ri­or. 
Sín­dro­me de Bur­nout tam­bém pode acon­te­cer quan­do o pro­fis­si­o­nal pla­neia ou é pau­ta­do para obje­ti­vos de tra­ba­lho mui­to difí­ceis, situ­a­ções em que a pes­soa pos­sa achar, por algum moti­vo, não ter capa­ci­da­des sufi­ci­en­tes para os cum­prir.

Assim, essa sín­dro­me pode resul­tar em esta­do de depres­são pro­fun­da e por isso é essen­ci­al pro­cu­rar apoio pro­fis­si­o­nal no sur­gi­men­to dos pri­mei­ros sin­to­mas.

A Sín­dro­me de Bur­nout envol­ve ner­vo­sis­mosofri­men­tos psi­co­ló­gi­cos e pro­ble­mas físi­cos, como dor de bar­ri­ga, can­sa­ço exces­si­vo e ton­tu­ras. O stress e a fal­ta de von­ta­de de sair da cama ou de casa, quan­do cons­tan­tes, podem indi­car o iní­cio da doen­ça.  

Fon­te: www.saude.gov.br
.